Hoje é tudo tão banal…

Palavras, gestos, a arte, até.

É tudo cópia, é tudo descartável.

Tenho medo que se torne assim o amor.

Deixaria de ser amor, então.

Seria mais uma palavra ao vento,

mais do mesmo, repetição.

 

Anúncios

2 comentários em “

Comente!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s