Transformando Sua Energia – Dicas para sair da negatividade

Esses dias passei por uma situação bem interessante que gostaria de compartilhar com vocês pois creio que isso possa ajudá-los a identificar situações parecidas e formas possíveis de atuar sobre elas.

Resumindo um pouco, acabei tendo que lidar com um ambiente que estava muito carregado de energias negativas, sentimentos ruins como tristeza, medo e insegurança pairavam por ali e isso acabou me afetando. Esse tipo de coisa é bem sutil, mas dessa vez eu consegui perceber claramente que eu estava absorvendo tudo isso e chegou a me fazer mal fisicamente: tive dor de cabeça, cansaço, sono e mal estar. Porém, nem sempre nessas situações conseguimos simplesmente sair dali e ficar bem. Então resolvi contar pra vocês o que fiz pra ficar melhor depois de praticamente um dia inteiro num ambiente pesado.

(Coincidência ou não, no dia seguinte encontrei esse texto numa página que sigo no Facebook e foi uma leitura bem interessante pro momento. Recomendo.)

Assim que consegui, voltei pra minha casa. Em casa provavelmente teremos um ambiente onde podemos ficar mais relaxados, sentirmo-nos seguros. Esse foi o primeiro passo. Logo que cheguei ainda estava muito mal e nem consegui fazer muita coisa, simplesmente deitei no sofá e liguei a tv. E olha, até que foi uma boa ideia, pois fui me distraindo e começando a relaxar. Quando já estava um pouco mais leve, fiz uma meditação simples e curta (cerca de 10 minutos). A meditação é uma técnica que conheci a pouco tempo e recomendo a todos! Pode parecer que é algo difícil, que exige muito, mas afirmo com certeza que é algo possível para TODOS! O importante é conhecer os seus limites, respeitá-los e não desistir.

(Dica: existem diversas meditações guiadas disponíveis no YouTube, em sites e aplicativos. Experimente!)

vipassana-997076_1280

Depois da meditação meu estado já tinha melhorado mais um pouco, mas ainda tinha alguma coisinha impregnada. Daí resolvi tomar um banho. O banho tem um significado de limpeza física que todos conhecem, mas também acredito no poder da água para uma limpeza também energética. E funciona mais ainda se realmente mentalizarmos durante o banho que tudo aquilo que havia de negativo em nós está indo embora pelo ralo. Nessa etapa realmente senti que eu estava “limpa”. Foi como se eu entrasse num estado neutro.

O estado neutro já era bem melhor que o negativo, mas eu realmente queria alterar meu estado para algo positivo. Dei uma lida em alguns livros que trazem mensagens ligadas à espiritualidade e então pensei que fazer algo que gosto me faria muito bem: parti para as mandalas. Peguei meu material de colorir, me acomodei confortavelmente e comecei a colorir. Também escolhi uma trilha sonora que sempre me faz bem e me deixa numa frequência positiva:

A música é super poderosa. Com certeza é uma dica que pode por si só ajudar a mudar sua frequência, ou pelo menos melhorar as coisas. Tente descobrir que tipo de música atua no seu humor e de qual forma, perceba que música te acalma, te anima, te faz sorrir… E lembre-se disso para poder usar a música à seu favor quando precisar dar aquela alterada num estado que não está te fazendo bem!

Bem, música e mandala, aí sim a positividade chegou!!!

Importante lembrar que nada aqui pretende servir como receita pra qualquer coisa. As pessoas são diferentes, as situações são diferentes, então não é possível dizer que algo funcione exatamente pra mim do mesmo jeito que funciona pra você. A ideia foi dar umas dicas e compartilhar a minha experiência. Então fica aberto o espaço pra quem tiver mais interesse nessa e em outras questões pra que troquemos umas “figurinhas”.

É um assunto meio novo por aqui. Vocês gostaram?

É muito importante pra mim ter um retorno de você sobre o conteúdo do blog, pra poder seguir sempre num caminho que seja legal pra mim e pra vocês!

Beijos!!!

 

Anúncios

22 comentários em “Transformando Sua Energia – Dicas para sair da negatividade

  1. Olívia, a Física está mostrando que é como se a Terra estivesse mudando de faixa de frequência no Universo. Por isso, temos sentido tão mais as energias negativas. É como se a psicosfera estivesse mais pesada e tivessemos que fazer um esforço tremendo para nos mantermos equilibrados. É isso mesmo: muitas mudanças em curso para um novo tipo de vida. Bom abraço!

    Curtir

    1. E cada vez mais podemos perceber como tudo e todos estamos interligados… Apesar de toda a negatividade parece que também há um grande movimento pelas mudanças do bem, por uma vida melhor!
      Obrigada Mônica! Abraço!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Nem preciso dizer da minha relação com a música, né?!
    Em algumas vezes, porém, a música sozinha não me acalma porque meu pensamento é MUITO frenético. Gosto de aliar (ou alternar) com exercícios de respiração. Gosto de falar para as pessoas que a meditação não precisa ser feita só parado e em silêncio. Às vezes, eu medito correndo ou escutando música mesmo. É um pouco diferente, mas pode funcionar. Minha mente “para” e eu relaxo :)

    Curtir

      1. Sim sim :) Sempre recomendo que as pessoas tentem porque, além de descobrir qual a melhor forma de meditação, você descobre várias outras coisas legais/úteis sem nem perceber!

        Curtir

      1. Ok!
        Tenho andado com bastantes energias negativas, após as ter absorvido de outras pessoas, neste caso no trabalho, além do constante pessimismo que tenho em termos de futuro. Ainda assim, visto que sou uma pessoa que acredita na “Luz” e na beleza das coisas, tenho andado em baixo, talvez deprimido.
        Contudo, depois de ter lido o teu artigo, e nada que eu não soubesse :), apenas aproveitei neste caso como um sinal, decidi então “wake up for life”. Em que no meu caso, abri um boa garrafa de vinho tinto, continuei uma pintura em acrílico ao som da música que gosto. Após isso, segui então a ideia do banho. Enchi a banheira e foi realmente relaxante, se calhar de mais até, já que deixei me lá estar uns 30min +/-. Após isso, saí da banheira e comecei a perder os sentidos, uma quebra de tenção, talvez. Nem forças tinha para me secar com a toalha ou para beber agua. Comecei a perder visão, fiquei com algum medo, já que vivo sozinho.
        Entretanto recuperei. :)
        Agora, vou largar as coisas, neste caso, vou deixar o apartamento, o emprego e talvez viajar…

        Curtir

        1. Nossa, que bom que recuperou! Fiquei assustada… rsrs!
          Às vezes quando as coisas são muito fortes é complicado de lidar e mais ainda de se livrar do que faz mal… Mas com calma tudo se resolve, os caminhos certos se apresentam. Espero que você encontre os seus da melhor maneira!!!

          Curtir

  3. Música pra mim é um remédio e não precisa ser música do tipo relaxante, pode ser desde um rock até mesmo, clássica ou pop.

    Água é outra coisa relaxante, beber imaginando que ela está limpando as impurezas do nosso copro e da nossa alma também é muito bom, berber devagarinho sentindo cada gole.

    Adoro esse assunto; já ouvi falar de aromaterapia e cromaterapia, você saberia falar alguma coisa sobre esses assuntos, sempre quis conhecer; abraços;;;;

    Curtir

    1. É incrível mesmo o poder da música, né?
      Sobre a água raramente eu penso dessa forma pra beber, com certeza vou tentar e será bom!
      Lembrei também de como adoraria ter uma cachoeira por perto, porque parece que a água na natureza é mais poderosa ainda! Tem o mar também… Mas eu prefiro água doce… hehehe!
      Que bom que gostou do tema, tentarei trazer mais coisas do tipo! Sobre aromaterapia e cromoterapia não tenho nenhum conhecimento, mas também são assuntos que me interessam, inclusive entrei pra fazer um curso online de cromoterapia e nunca mais acessei (agora vou retomar e trazer alguma coisa pro blog!)
      Abraços!!!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Legal, cachoeiras e água em abundancia fazem bem, assim como o som da água correndo é muito calmante e relaxante e mar é diferente possui uma força violenta nas reviradas das ondas e correntezas, na natureza nada é diferente de nós: temos o nosso momento de água doce de rios e cachoeiras e também podemos ser solitários e violentos como as águas profundas e serenas do mar e das praias. adorei o post e gosto muito desse tema.

        Curtir

Comente!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s