Euxperimento – 7 dias sem sutiã

Definido como “Projeto de iniciativas para o despertar de uma nova consciência através do questionamento de tradicionais costumes, por vezes maquiados numa moderna aceitação do que é diferente e nós respeitamos porque está lá longe…”, o Euxperimento propõe experimentos semanais, geralmente com temas relativos à questões polêmicas, como homens usando saias, ou questões que nos fazem refletir, como dar visibilidade para pessoas que muitas vezes “passam batidas” no nosso cotidiano.

Eis que a proposta dessa semana era #7diassemsutiã e achei que era algo que eu poderia tentar!

Coloquei na cabeça que não teria obrigação de fazer os 7 dias, mas gostaria de fazer mais do que um dia. Acabei fazendo por 5 dias, mas escrevi comentários apenas sobre os primeiros 3, talvez porque a coisa até se tornou mais natural.

A página pediu que os participantes compartilhassem sua experiência, então vocês podem ver meus depoimentos  também no Facebook ou no Instagram do Euxperimento. Lá também tem várias reportagens sobre o tema e depoimentos de diversas pessoas que realizaram o desafio da semana.

Não usar sutiã tem sido uma experiência super interessante, pois por mais bobo que possa parecer, me incentivou a fazer várias reflexões, e notar várias coisas que muitas vezes são bem sutis e acabam nem sendo percebidas.

2015-11-09 08.01.21

Quando resolvi que ia participar do Euxperimento dessa semana logo me peguei pensando em quais roupas eu poderia usar sem sutiã e sem ficar com os mamilos aparentes. Olha como as coisas são. Ainda não consegui me desprender desse pensamento, por enquanto tenho escolhido roupas que marquem menos, mas creio que só de perceber isso já foi um avanço. Ok.

Primeiro dia: descobri que um vestido que eu sempre usava com sutiã poderia tranquilamente ser usado sem sutiã. Vitória. Coloquei e fui fazer as coisas normais do meu dia, mas não foi um dia normal. Me senti livre e ótima e em muitos momentos comentei com o meu namorado sobre como estava sendo maravilhoso não ter nada me apertando e nem aquela sensação ruim de quando transpiramos e o sutiã fica molhado. No fim do dia acabou acontecendo uma coisa muito linda: meu namorado falou “nossa achei lindo esse negócio de vc não usar sutiã” eu logo perguntei se era no sentido estético (achando que ele tinha achado bonito visualmente mesmo), mas ele respondeu “não, no sentido simbólico mesmo”. Foi bem bacana!

2015-11-10 08.33.47

Segundo dia: fiquei pensando em como muitas vezes a gente se preocupa com o que as pessoas vão achar. Será que vão reparar que estou sem sutiã? Será que meus mamilos vão ficar aparecendo? Mas na verdade a impressão que eu tive é de que na verdade pouca (ou nenhuma) gente ficar reparando. A partir dessa reflexão, lembrei de outra questão que é um tabu: pelos femininos. Pensei em como muitas vezes eu me preocupava em estar sempre depilada por causa dos outros, e como agora é bem melhor já que me depilo quando EU me sinto incomodada com os pelos. E acho que com a questão do sutiã pode ser da mesma forma: pensar em como nós nos sentimos em relação a isso e pautar as escolhas nisso, e não em como a sociedade/alguém diz que é certo ou melhor.

2015-11-11 17.57.01

Terceiro dia: Mais uma vez aquela preocupação de escolher uma roupa que deixasse a ausência do sutiã pouco perceptível. Mas acabei comentando com uma pessoa próxima sobre não estar usando sutiã esta semana e a primeira coisa que ouvi foi que meus peitos iam cair. Logo falei em tom de brincadeira “Mas claro que vai cair! A gravidade tá aí né…” mas fiquei pensando nisso, se seria mito ou verdade. Daí vi a reportagem postada (leia aqui) sobre uma pesquisa com relação a isso e fiquei propensa a achar que é mito. Mas também não me importei muito em saber a “verdade absoluta” sobre a questão, porque resolvi que vou usar sutiã quando eu quiser e deixar de usar quando eu quiser, tentando não me prender a essas outras questões.

Bem, recomendo que acompanhem o Euxperimento para quem sabe participar de outras proposta ou pelo menos acompanhar e ter a possibilidade de desconstruir alguns paradigmas!

Além da própria questão tratada nessa semana, esse desafio me fez pensar na possibilidade de tentar novos desafios. Quem sabe eu opte por algum nos próximos dias e apareça por aqui com novidades!

Espero que tenham gostado :)

Beijos!

 

Anúncios

12 comentários em “Euxperimento – 7 dias sem sutiã

  1. Nossa eu nem posso ficar sem sutiã. Meus seios são muito grandes, não rola. Mas como disse a colega ai em cima, vou procurar outros ‘ euxperimentos’! Quero participar de algum agora!

    Curtir

    1. Pois é, realmente a questão do sutiã (como todas as outras) tem várias possibilidades de acordo com cada pessoa e o importante é identificarmos o porquê de certas coisas que fazemos e poder mudar ou manter aquilo de acordo com o que nós acreditamos ser melhor!
      Espero que participe de algum outro e conte pra gente ;)

      Curtir

  2. Achei a iniciativa incrível, tanto a sua, como do pessoal que faz o projeto. É preciso realmente questionar as coisas e só fazer o que nos representa e nos é confortável.
    Vou acompanhar a página deles pra ver as novas propostas.
    Ótimo post.
    <3

    Curtir

  3. Vou pesquisar sobre e ver quais outros experimentos semanais aparecem por lá… Esse de ficar sem sutiã é um que eu nem penso em tentar haha… Me incomoda muito ficar sem :s Mas, total apoio a quem adere, seja pelos 7 dias, seja pela vida toda :)

    Curtir

    1. É, tem experimentos que servem pra gente e outros não… E o pessoal por lá sempre lembra que o importante é fazer algo que possa te ajudar de alguma forma… Tem gente que usa o sutiã pra se sentir bem e não tem nada de errado com isso! Do mesmo jeito que tem gente que usa só porque foi ensinada que é necessário mas que na verdade nunca se deu muito bem com ele… daí sim pode ser uma oportunidade de se livrar e viver melhor!
      Enfim, se respeitarmos nossos limites e crenças sempre poderemos evoluir com novos desafios ;)
      Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

      1. O legal é isso, saber dar liberdade para a pessoa escolher.
        Infelizmente, alguns movimentos de “liberdade” que vejo por ai, tentam impor que as mulheres se libertem de certos hábitos vistos apenas como exigências sociais. É bem legal quando a gente se depara com um movimento que sabe ser diferente disso :)

        Curtir

        1. Com certeza Lari.
          Infelizmente tem muita gente que quer impor regras, e muita gente quer colocar regra até pra nossa “liberdade”. Acho que o ideal é quando NÓS MESMOS tomamos consciência dessas questões e identificamos o que nos faz bem e o que desejamos seguir, fazer, achar. E é bom quando nos ajudam a pensar em tudo isso, e não apenas nos dizem o que deveríamos fazer :)

          Curtir

Comente!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s