Seja você mesmo – É libertador!

sejavcmesmo

Essa frase é um imenso clichê: “Seja você mesmo”. Já foi vista milhões de vezes por aí, nos mais diversos contextos.

Mas hoje eu quero dar a minha cara pra essa ideia. Quem sabe podemos sair do clichê e adentrar a uma reflexão que julgo ser das mais importantes.

Pra começar vou ter que falar um pouco de mim e de como as coisas estão nesse momento. Sinto que agora realmente a vida adulta chegou. Chegaram as responsabilidades, os momentos de decisão, e junto com isso um desejo de me libertar de algumas amarras sociais.

Ando refletindo mais sobre várias questões, e uma das coisas que surgiu recentemente está relacionada à cobrança por atender às expectativas alheias. Vocês já devem ter reparado que a sociedade (falo sociedade para me referir a um pensamento mais geral, que pode ser encontrado em pessoas próximas – família, amigos – e provavelmente você conhece alguém que pensa assim) coloca uma série de regrinhas sobre as nossas vidas. E tem regrinhas sobre os caminhos que levam ao “sucesso”. E as pessoas assimilam essas regrinhas. E as pessoas acham que só certos caminhos garantem sucesso.

Bem, começo a discordar quando as pessoas tem “sucesso” como objetivo de vida. Prefiro pensar em algo como prosperidade como uma definição melhor do que eu quero pra mim. Sucesso me parece muitas vezes relacionado à posições de status e dinheiro. Prosperidade me parece mais próximo de felicidade. E essa sim representa o meu ideal de vida.

Mas a questão dos termos é a menos importante. Vamos voltar pra parte das expectativas: há uma mentalidade geral de que existem os caminhos de sucesso e existem outros que são “inferiores”. Isso contamina as pessoas. Isso recai sobre a gente quando estamos pensando que rumo iremos tomar em nossas vidas. É quase inevitável, por mais que sejamos capazes de enxergar de outra forma, provavelmente haverá um momento em que vamos esbarrar nessas regrinhas chatas que sei lá quem inventou.

– Tem que fazer faculdade pra ganhar dinheiro

– Tem que chegar à cargos de chefia pra ser bem-sucedido

– Trabalhar com tal coisa é humilhante

(liste aqui outros blablablás que você já ouviu por aí)

Fonte: Página “Anna Bolenna – A perturbada da corte

 

Então chegou uma situação que me fez pensar em duas possibilidades: posso ser eu mesma, ou posso me adequar ao que é tido como certo/melhor (percebam que não há possibilidade de atender às duas coisas).

E aí veio a reflexão: independentemente do que eu decida fazer da minha vida, sou eu mesma que irei lidar com as consequências, boas e ruins. Sendo assim, não é melhor lidar com consequências de decisões que tomei por mim mesma, “seguindo meu coração”, do que com consequências de algo que fiz para me adequar, para agradar, para seguir os padrões?

E minha resposta foi: É MELHOR SIM!!!

Percebi que se eu fizer aquilo que eu realmente creio ser melhor, somente caberá a mim qualquer coisa que vier daquilo e só eu serei “culpada” por isso. Já se eu fizer por pressão dos outros, ou fingir ser algo que não sou, sempre vai haver uma raiva, uma tensão, algo me fazendo culpar tudo e todos.

12734021_1117832181594378_1835500247190385825_n
Fonte: Página “Caminho do Meio

Que sejamos capazes de seguir o nosso coração, a nossa voz interior, intuição ou seja lá qual o nome que se usa para designar os nossos próprios desejos. Que possamos tentar algo novo, mesmo que isso signifique chocar algumas pessoas pelo caminho. Que possamos saber que só através da experiência, do viver, é que iremos aprender, nos transformar, e poder evoluir cada vez mais!

Anúncios

15 comentários em “Seja você mesmo – É libertador!

  1. Concordo com você em tudo! A definição de sucesso para uma pessoa é diferente para outra, pois somos pessoas diferentes umas das outras, somos únicas… Se o outro acha que ter sucesso é ter dinheiro, o outro pode achar que ter sucesso é ter saúde… O importante é seguir nosso coração e ser feliz! Cada um sabe onde seu calo aperta, o que é melhor pra si, o que faz seu coração vibrar! Bjs

    Curtir

  2. Olívia, que bom que vim ler seu post! Muito bom e verdadeiro o que você disse! :)
    Já passei por isso diversas vezes na minha vida, essas situações de fazer as coisas porque as pessoas achavam que eu DEVIA fazer aquilo, e já me arrependi MUITO por não seguir meu coração, como você mesma citou. Tive que ouvir muita crítica por não fazer o que os outros esperavam de mim, e também muita crítica por fazer o que os outros esperavam, quando o que eu fiz não era “bem o que eles queriam”. Mas tudo isso que passei foi vantajoso para mim, porque me fez mais forte, e hoje me orgulho de quem sou e de tomar minhas próprias decisões e de tudo o que já conquistei! O melhor de tudo: Minha FELICIDADE!
    Parabéns pela sua escolha! Você vai conquistar o maior sucesso da vida: Ser Feliz!
    Xero grande!

    Curtir

    1. Que bom ler seu comentário e ver que essa questão também é importante pra você! A gente fica mais segura quando sabe que alguém já passou por isso e sobreviveu, né? rsrsrs
      Acho que esse será mesmo o melhor caminho e que seremos felizes com as nossas escolhas e consequências!
      Beijos!!!

      Curtido por 1 pessoa

  3. Que texto incrivel, Olivia!
    Sou do tipo de pessoa que acredita nas incentivadoras, e não nas criticas, então, achei seu texto um SUPER texto, feito pra dar força e pra fazer refletirmos nosso interior!

    Curtir

    1. Obrigada Verinha *—*
      Acho que estou cumprindo meu propósito então, pois é exatamente esse o meu objetivo com os textos! Fico feliz que tenha gostado!!!
      (ah, acabei de entrar no snap e estou te acompanhando!)
      Beijos ♥

      Curtido por 1 pessoa

  4. Olivia, que perfeito isso!
    E vou te falar uma coisa… essa cobrança da “sociedade” será para a vida toda. O tempo vai passando e outras cobranças vão surgindo no lugar, inclusive aquelas que foram escolhidas por você.

    Curtir

    1. Com certeza, Vânia!
      Por isso acredito que nós temos que encontrar nossos caminhos e nosso ponto de equilíbrio pra lidar com essas questões da melhor forma… E como eu disse, prefiro lidar com as cobranças/problemas vindos das minhas próprias escolhas :)
      Beijos!

      Curtido por 1 pessoa

  5. Você tem razão em tudo que disse, porém nossa formação ao longo dos anos impregnou nossas ideias fazendo com que, mesmo na tentativa de nos libertarmos, soframos para fazer essas mudanças. Tememos mudanças, e tememos cometer erros mesmo quando o erro nos leve ao acerto posteriormente, fica aquela sensação de que podíamos ter seguido um caminho seguro. De qualquer forma sou a favor de ser feliz e fugir às regras, fugir aos rótulos, fugir de formulas mágicas que não existem e, principalmente, de conselhos, por que se conselho fosse bom eu montaria um serviço de internet para dá-los e olha que não é uma má ideia, kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Beijos pequena flor.

    Curtir

    1. Concordo tanto, mas tanto com o seu comentário que nem sei o que falar!!
      Olha, do jeito que as coisas estão, acho que esse serviço tem muito potencial! kkkk
      Beijos!

      Curtir

  6. Que maravilhoso! Este “debate” veio a tona no aniversário de 52 anos do meu pai, no dia 01/03. “Pensei que nessa idade já teria netos”, essa foi a frase dirigida a minha pessoa (29 anos) e a minha irmã (19 anos), respondemos, olha pai, colocar filho no mundo sem condições mínimas de criá-lo não é adequado. Daí ele veio com a história de que estudamos muito, que estamos “deixando a vida passar”, peraí, eu estou vivendo a minha vida, bem como eu vou modelando ela, e nesse momento um filho não entra no combo. Em resumo, ele teve que se contentar em ser avô do meu gato e dos dois gatos da minha irmã e seu noivo. Tenho uma vida não perfeita (se fosse perfeita acho que não teria graça) e vou vivendo-a e aprendendo a cada dia – é a coisa mais maravilhosa viver e aprender. Não ser fruto dos planos dos outros e sim, viver a minha vida como eu quero sendo eu mesma, sem precisar agradar a ninguém, e sempre buscando o melhor para mim e para as pessoas que fazem parte da minha vida… Existe algo melhor que isso?
    Beijos minha querida 😍
    Flah

    Curtir

    1. Que bom exemplo do que falei no texto!
      É bem isso mesmo, as pessoas colocam expectativas em cima da gente o tempo todo, e nem sempre é fácil a gente se colocar nessa posição de enfrentar e mostrar que as nossas decisões só cabem a nós mesmas (pra mim não é fácil… rsrs). Mas é algo necessário se desejamos viver uma vida comprometida com a nossa verdade, nossos valores e crenças (que podem ser bem diferentes do que se tem como “comum”).
      Beijão querida!!

      Curtido por 1 pessoa

Comente!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s