DICA: Passeios em São Paulo #1

Oi gente! Tudo certo?

Como agora estou morando no interior e a rotina de trabalho não me permite muitas viagens, resolvi passar uns dias das minhas férias na capital!

Pra quem não sabe, eu já morei um ano em SP, e vou pra lá sempre que possível. Quando a gente mora é bem diferente, acabamos acomodados, nem aproveitamos muita coisa. Mas dessa vez fui numa proposta de turistar mesmo, e quero contar tudo pra vocês!!!

Algumas coisas já são bem básicas pra mim, coisas que faço toda vez, mas que pra quem não conhece é bem interessante, por isso vou comentar tudinho aqui.

Pra não ficar muito cansativo, vou fazer uma proposta de “diário de viagem”. Como foram oito dias em São Paulo, vou dividir em dois posts: esse é o primeiro, onde vou comentar as atividades dos primeiros 4 dias! Vem comigo!!!

Primeiro dia (sábado)

Cheguei em SP num sábado de manhã, e como sempre, tirei a manhã pra descansar da viagem. Nesse dia já tinha um rolê marcado: o JazzRaial organizado pelo Jazz na Kombi, que aconteceu na Vila Madalena. A proposta era de uma festa junina, com barraquinhas de comidas e bandeirinhas, mas ao som de jazz! Doido, né?! Eu achei super inusitado e como o convite partiu de uma amigona (a Gringa, que vocês já devem ter ouvido falar por aqui) fomos!

Como chegamos no local e ainda não tava rolando um som, resolvemos ir até o Beco do Batman, que apesar de ter ouvido falar bastante, eu nunca tinha ido! E olha, essa decisão foi uma das melhores da viagem: eu simplesmente amei o lugar *-*

Um dos cantinhos incríveis do Beco do Batman!

 

Eu e ela com a arte que mais amamos *-*

Segundo dia (domingo)

Uma coisa bem legal de SP é que sempre tem programas gratuitos e, em geral, pra todos os gostos! Em pleno domingão rolou o Nívea Viva Rock Brasil, com Nando Reis, Os Paralamas do Sucesso, Paula Toller e diversos convidados cantando clássicos do pop rock brasileiro.

Foi bem bacana, mas tem que ter disposição! A gente acabou assistindo pelo telão um pouco mais distantes da muvuca… hehehe!

Migos curtindo o show ;)

E depois pedimos uma pizza, o que é praticamente um programa imperdível em SP já que lá tem milhares de pizzarias!

Terceiro dia (segunda)

Pra quem pensa que é só no fim de semana que tem coisas pra fazer em SP já vou avisando: você está enganado! A semana todinha tem programas bacanas, e planejando antes com certeza vai conseguir preencher todos os dias com atividades legais.

Mais uma vez a Gringa foi maravilhosa e encontrou um rolê incrível pra gente fazer em plena segundona: a gravação do Programa Manos e Minas, da TV Cultura, com o incrível Black Alien, rapper que ela me apresentou e que tem uma música que virou nosso mantrinha, essa aqui:

Foi nossa primeira vez na gravação de um programa de TV, e ficamos bem felizes de ter sido na Cultura, uma emissora diferenciada e cada vez mais necessária no contexto de TV aberta que temos no Brasil hoje. Além disso, o programa está sendo filmado num teatro, um espaço super bacana, a apresentadora Roberta Estrela D’Alva é uma gracinha e o cenário está demais!

20160627_202515
Nozes no Manos e Minas!

Além do Black Alien, estiveram presentes as minas do Slam do Corpo, apresentando uma poesia forte, desconstrutora e emocionante. Não dá pra explicar direito o que rola, mas a definição é a seguinte:

“O Slam é uma batalha de poesias, um jogo, uma celebração. Slam do Corpo é o primeiro Slam de surdos e ouvintes do Brasil. Duplas de poetas (um surdo e um ouvinte) se apresentam ao mesmo tempo em português e Língua Brasileira de Sinais, criando um encontro potente entre as línguas.” (Fonte: Centro de Pesquisa e Formação – SESC São Paulo)

O programa ainda não foi ao ar, então fique atento à TV Cultura nos próximos sábados, o Manos e Minas começa às 19h!

Saindo da gravação bateu aquela fominha e fomos ao famoso Bar do Estadão comer um lanche e tomar uma cerveja! Não comemos o famoso sanduíche de pernil, mas olha, lá tem opções pra todos os gostos, e o melhor: 24h horas por dia!

Um brinde!

Quarto dia (terça)

Nesse dia fomos almoçar na Paulista e passear por lá. Paulista é sempre Paulista. Mesmo que seja pra não fazer nada, vale a pena. Daí, enquanto estávamos simplesmente andando e conversando por ali lembramos de uma coisa: terça-feira em SP tem um programa gratuito imperdível: visitar o MASP!

A visita nos outros dias da semana é paga, mas é sempre bom economizar, não é mesmo?Eu confesso que esse era um daqueles programas que eu tinha vergonha de dizer que ainda não tinha feito em SP, afinal, o Museu é uma referência, seja por sua arquitetura, seja pelo seu acervo que conta com obras de artistas renomados.

20160628_175928
Acervo do MASP :)

Além do acervo fixo, havia no dia da nossa visita uma exposição temporária chamada “Histórias da infância“, que apresenta a infância de diversas formas através de quadros, fotos, vídeos, entre outros meios. Fiquei bem impressionada, tem obras incríveis!

Depois de visitar o MASP, decidimos descer a Augusta a pé rumo ao Centro, onde costumo ficar. Andar pela Augusta também é um programa bacana, tem várias lanchonetes, restaurantes e lojas legais. Chegando na altura da Praça Roosevelt resolvemos mudar o caminho pra dar uma passada pela praça, reduto dos skatistas que no fim da tarde estavam lá a todo vapor. Sentamos e ficamos curtindo ver o trânsito ao longe, a noite caindo, o pessoal curtindo.

Bom pessoal, esse foi o resumo dos primeiros dias dessa viagem!

Espero ter dado boas dicas! O que vocês acharam?

Aguardem a parte 2!

Beijos

 

 

 

 

Anúncios

4 comentários em “DICA: Passeios em São Paulo #1

Comente!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s