Letra ~P~

Olha, sou persistente sim, e cara de pau! Não desisti ainda do projeto fotográfico A-Z.

Agora é a vez da letra ~P~ e escolhi uma foto fofa de plantinhas! Estou de férias na casa do meu pai no sul de Minas Gerais, e minha madrasta está fazendo vários vasinhos lindinhos de suculentas, cactus e outras plantinhas! Escolhi duas lindinhas pra mostrar aqui hoje:

 

Pra acompanhar, escolhi uma música que eu amo de um cantor que eu amo, e que fala de flor… hehehe!

Flor de Lis – Djavan

 

Não tem constância, mas pelo menos não abandonei, vocês entendem, né?! rsrsrs…

Beijos!

Anúncios

Daily vlogs, Bauman e memória

Esse post provavelmente vai ficar meio sem pé nem cabeça, porque tô começando sem saber realmente o que vai acontecer, mas esperando de coração que no final faça sentido.

A verdade é que eu já tinha começado um post sobre Bauman quando estava trabalhando esse tema em sala de aula, mas ele ficou abandonado. Daí hoje assisti esse vídeo do Fotografando à mesa (se ainda não conhece, recomendo!) e algumas coisas me fizeram lembrar da tal modernidade líquida tão bem abordada pelo autor:

Fiquei pensando aqui se a coisa do daily vlog (pra quem não está habituado ao internetês: quer dizer vlog diário, ou seja, gravar diariamente suas atividades, ou pelo menos parte delas)  vai virar uma tendência geral de registro de momentos. Acho que é bem possível no momento atual, considerando o avanço das tecnologias e a nossa relação tão próxima (pra não dizer relação de dependência) com essas ferramentas.

Pensei em como as minhas fotos antigas – reveladas e coladas nos álbuns – me fazem “lembrar” de momentos que certamente eu não lembraria sem registros. Depois pensei em como aquelas pastinhas do HD externo cheias de fotos da adolescência também são uma fonte importante de memórias. E agora temos essa oportunidade de registrar algo exatamente como aconteceu (acho que vídeo é um registro bem fiel, apesar da possibilidade de edição).

Pra mim parece algo sensacional, porque eu sou a pessoa que nunca lembra das coisas, daquelas que pergunta pros outros: como foi aquele dia mesmo? E aí com todos esses pensamentos, logo lembrei da pós-modernidade, ou modernidade líquida, conceito do sociólogo polonês Zygmunt Bauman.

Na verdade não pensei tanto nessa coisa do público e privado que é mais abordada no vídeo, mas na mutabilidade das coisas. Será que muito em breve não precisaremos exercitar a nossa memória, pois tudo estará registrado virtualmente? A rapidez com que as mudanças acontecem também são características marcantes dessa modernidade líquida (gente, vou precisar de um outro post num outro momento só pra falar de conceitos… mas espero que todos consigam entender mesmo que não conheçam o autor/teoria).

Enfim, o que daily vlogs, Bauman e memória têm em comum, além de fazerem uma baguncinha nos pensamentos dessa que vos escreve, é que mostram as transformações que estamos vivendo, seja enquanto sociedade ou indivíduos, em maiores ou menores proporções.

Estamos preparados para todas essas mudanças? Se ainda não, acho que é hora de começar.

 

DIY: Porta-fotos de Parede

20160121_133707

Olá pessoal! Primeiro DIY de 2016!!!

Olha, esse eu TINHA que compartilhar, pois foi algo que me apaixonei de cara e não aguentei esperar muito tempo para fazer o meu.

Vi essa ideia no blog Artesanato Passo a Passo, você pode conferir o post original aqui. Porém (sempre tem um porém), não achei viável seguir exatamente a proposta que encontrei no blog, por isso dei um jeitinho de reproduzir com materiais que eu já tinha ou que eram mais fáceis de conseguir. Então vamos aos materiais utilizados:

  • Pedaços de papelão (podem ser cortados de uma caixa sem uso);
  • Papel de presente ou outro tipo de papel decorado;
  • Vareta de madeira (usei vareta para algodão doce medindo 38 cm);
  • Barbante, lã ou outro fio (usei um fio de tapeçaria, meio aveludado);
  • Tinta para pintar a vareta se necessário;
  • Fotos quadradas (usei 10×10);
  • Fita adesiva (usei fita crepe);
  • Régua;
  • Lápis;
  • Tesoura;
  • Cola.

Bom, vou explicar na ordem em que eu fiz as coisas, mas vocês podem adaptar da forma que preferirem.

O que fiz primeiro foram os triângulos. Pra isso usei o papelão, medi mais ou menos 8 cm na base do triângulo e fiz as outras laterais sem medida exata. Depois encapei com cuidado deixando a parte da frente bem lisinha e sem muita preocupação com a parte de trás, onde fiz alguns recortes para facilitar o fechamento que fiz com a cola. Deixei secar bem.

Depois pintei a vareta com tinta para tecido (e deu certo!) na cor preta. Lembrando que você pode fazer o seu nas cores que preferir, usando um papel colorido pra encapar os triângulo, fios da cor de sua preferência e pintando a vareta da cor que quiser :)

Daí então escolhi as 9 fotos para compor o “móbile”: pensei em fotos com o namorado, fotos com frases e fotos minhas. Eu já tinha algumas fotos que mandei imprimir em preto e branco há um tempo (das mesmas que usei pra fazer o mural de fotos que mostrei aqui), só precisei cortar, pois elas estavam em tamanho 10×15.

Depois disso parti para a amarração dos fios. O fio de cima eu medi “a zóio”, peguei o fio e coloquei na vareta pra ver mais ou menos o tamanho que gostaria que ficasse. Já os fios de baixo medi na régua dando uma volta, então foi um pouco mais de 60 cm (e deixei o fio do meio um pouquinho mais comprido). Enfim, essa parte você pode personalizar, fazer da forma que achar mais agradável! Todos eles foram amarrados e dados nós. Se quiser reforçar pode usar um pouco de cola, mas para o fio que utilizei nem precisou. Cortei as pontinhas que sobraram pra ficar um acabamento melhor e pronto! Só restou fixar as fotos :)

20160121_133744

Para fixar as fotos usei a fita crepe e fui alinhando para ficarem mais ou menos na mesma altura do fio, distribuindo três fotos em casa fio. Nessa parte pensei também em colocar em cada fio uma foto de cada “categoria” e daí deu um efeito legal mesclando as temáticas. E no final do fio fixei os triângulos.

20160121_133726

E prontinho! Só arrumar um lugar pra pendurar e curtir muito suas fotos ;)

Se tiverem alguma dúvida é só colocar nos comentários!

Espero que tenham gostado *-*

Beijos!

 

Transformando algumas metas {Primeiro post de 2016}

Quem leu meu último post de 2015 sacou que estou numas de desapegar de metas, certo?

E esses dias andei olhando a minha lista de 101 coisas em 1001 dias e vi que algumas coisas não fazem mais sentido pra mim… E sendo assim, porque manter essas metas?! Vamos mudar!

Resolvi que não vou eliminar nenhuma meta, mas transformar aquelas que não fazem muito sentido em algo que faça.

Então vou fazer uma lista das metas antigas e logo abaixo a meta nova, com uma breve explicação sobre a mudança:

9- Mandar fazer buttons com desenhos que fiz no COLOURlovers

9- Fazer mais imãs com desenhos que fiz no COLOURlovers

Bem, já fiz alguns imãs com desenhos que fiz nesse site e ficou muito bacana. Já presenteei algumas pessoas com eles e usei vários num mural de fotos que fiz na lateral da minha geladeira (foto abaixo), então acho que vai ser mais interessante fazer mais disso do que buttons, que já nem tenho usado mais e acho que é algo que as pessoas utilizam menos também.

12- Perder 5 kg até o final dos 1001 dias

12- Buscar caminhos para ter uma relação melhor com a comida/alimentação

Com algumas questões que aconteceram comigo recentemente resolvi buscar ajuda pra entender algumas coisas que me incomodavam e tinham relação com comida/alimentação. Me lembrei de um blog que eu já acompanhava e achava bem bacana, o Não Sou Exposição, e falando com a Paola, nutricionista responsável pelo blog, entendi algumas coisas bem importantes que me fizeram querer mudar essa meta.

Vou pontuar algumas coisas que acho interessantes, porque creio que possa ajudar outras pessoas também:

  • Peso é só um número, e ele não determina quem você é.
  • “Quem escolhe a sua alimentação não são os outros, é você.” (Paola)
  • “Harmonize seu relacionamento com a comida. Entenda que você pode consumir e saborear de tudo, sem excessos e sem culpa.” (Paola)
  • Emagrecer pode ser uma ótima consequência de um bom relacionamento com a comida, mas se isso for a meta, provavelmente só vamos nos encher de cobranças e ansiedade, o que nos prejudica de muitas formas.
  • Você não está sozinh@, procure ajuda sempre que achar necessário.
  • “Não é mudando que você vai se amar. É se amando que você vai mudar.” (Paola) → minha preferida ♥

 

16- Escrever frases bacanas em Post It e colar pela cidade

16- Manter as postagens na categoria Mensagens do Bem

Bom, essa meta poderia ser executada ainda, mas fazia mais sentido quando eu circulava por SP. Agora fico muito em casa dissertando e além da facilidade de mandar as frases bacanas pelo computador, tem o fato de que por aqui creio que elas possam atingir mais pessoas. Tenho tido um retorno muito positivo com os posts de mensagens do bem, então vamos continuar fazendo o que já está dando certo :)

 

57- Terminar de colorir meu livrinho de mandalas

57- Continuar colorindo mandalas

Gente, essa é realmente uma meta que está fora de cogitação! Rsrsrs… Antes eu tinha UM livrinho de mandalas, e agora tenho VÁRIOS!!! Além da quantidade não ajudar, tem o fato de que as mandalas não são coisas a serem feitas roboticamente, a coisa tem seu próprio ritmo, nós temos o nosso ritmo que determina nossas atividades. Então nada de pressa para terminar de colorir algum livro, e sim uma meta de seguir colorindo mandalas, que é algo que me proporciona muita coisa boa!

74- Conhecer a primeira namoradinha do meu irmão

74- Me divertir com o meu irmão

Gente, sério, da onde eu tirei essa ideia? Dá até vergonha. Primeiro que é uma coisa totalmente fora do minha alçada. Segundo que meu irmão vai namorar no tempo dele e eu não tenho nada a ver com isso. Terceiro que pode não ser uma namoradinha, né? Enfim, tem tanta coisa errada nessa meta que só transformando ela em algo bem positivo vai ter salvação. Passar um tempo juntos, nos divertindo vai ser uma boa saída :)

 

Bom gente, é isso: algumas metas transformadas, um novo ano começando e ótimas perspectivas!

Beijos!

Colorindo Mandalas

Continuo sem muito tempo pra aparecer por aqui, mas hoje trouxe umas fotos!!!

Ganhei vários livros de mandalas para colorir no meu aniversário (a wishlist fez seu papel… hahaha!) e resolvi compartilhar algumas mandalas que colori!

Espero que gostem :)

 

Espero voltar com mais tempo para comentar sobre as mandalas, os materiais usados e tudo mais… Se tiverem alguma pergunta/comentário/sugestão deixem nos comentários que no próximo post sobre o assunto eu agrego, certo?

Beijos!

Por Onde Estive: Bonito/MS

Me mudei pra Dourados no começo desse ano e Bonito fica a pouco mais de 300 km daqui. A proximidade despertou aquela vontade de ir mais uma vez. Já estive lá algumas vezes, mas dessa vez foi um pouco diferente, fomos de carro, eu, meu pai e minha madrasta, e escolhemos os passeios para que não ficasse cansativo.

Bonito tem muitas opções, e você pode desfrutar de acordo com a sua preferência. O que farei nesse post é contar um pouco sobre os lugares que fui e como foi minha experiência ^^

(Nos títulos de cada item tem o link para a página do atrativo!)

Balneário Municipal

DSC03108

Foi nosso primeiro passeio. Pagamos R$25,00 por pessoa (todos os preços que apresento aqui são de baixa temporada, e podem já ter sido alterados quando você estiver lendo este post, então vale a pena confirmar). Esse valor te permite acesso ao balneário, espaço onde há quiosques para alimentação, aluguel de equipamentos, etc. Há uma pequena trilha que pode ser feita por terra, com decks que são acesso ao rio. Você pode fazer flutuação no local e há uma área mais rasa para banho também. A água é clara e permite observar os peixes (principalmente as Piraputangas). É um lugar bonito e agradável no geral, porém pode estar muito cheio e aí fica mais difícil curtir a natureza (por exemplo com algumas pessoas que estavam bebendo, fumando e falando alto enquanto outras pretendiam uma tarde de sossego na natureza).

DSC03106

Um ponto positivo que vale ressaltar é que nesse atrativo você tem LIBERDADE (faltou muito nos demais) para fazer as coisas no seu tempo. Você pode chegar e cair na água, ou pode ficar observando, explorando o espaço, sem guia ditando seus passos e tempo (de forma alguma quero desmerecer o trabalho dos guias de turismo, apenas diferenciar os atrativos).

Flutuação – Nascente do Rio Sucuri

DSC01862

A flutuação é um daqueles passeios obrigatórios pra quem vai pra Bonito. Flutuar num rio clarinho, vendo os peixes e vegetação aquática é uma experiência no mínimo interessante!

Para o passeio, é necessário o uso de roupa de neoprene e snorkel (máscara), fornecidos pela empresa (incluídos no valor) e são dadas as devidas recomendações e feita até uma “aulinha” na piscina para os que não conhecem o equipamento.

DSC01814

Para chegar até o rio, é feito um trecho em caminhão aberto e outro trecho a pé em trilha pela mata.

O valor do passeio por pessoa é de R$145,00.

Há opção de almoço (R$36,00/pessoa) e é possível passar o dia na fazenda, utilizando a piscina, visitando o pomar ou fazendo atividades como cavalgada e quadriciclo (cobrados à parte). Nós almoçamos e passamos a tarde na piscina, o lugar é muito bonito e agradável!

DSC03130

Parque das Cachoeiras

Pra mim, simplesmente o MELHOR PASSEIO. Eu já estava ansiosa por ele, pois das outras vezes que fui, o passeio das cachoeiras foi o que aproveitei menos.

Mesmo com expectativas altas, o passeio conseguiu superá-las, estava um dia de sol lindo, a água muito gelada, mas entrei em praticamente todas as cachoeiras, pois a energia positiva fluía ali de uma forma especial e eu não poderia perder isso.

???????????????????????????????

No Parque das Cachoeiras é feita uma trilha que leva a 7 cachoeiras, todas com parada de aproximadamente 15 minutos para contemplação/banho. As cachoeiras são bem diferentes umas das outras, algumas mais rasas e de fácil acesso, outras demandando muito espírito aventureiro e até uma onde há a possibilidade de fazer tirolesa ou saltar no rio.

collagecachoeira2

collagecachoeira1

O passeio dura cerca de 3 horas, e há a opção de almoçar na área de receptivo (R$30,00/pessoa). Há também um redário muito agradável, no qual eu e meu pai demos uma boa descansada após as atividades.

O valor do passeio por pessoa é de R$80,00.

Gruta do Lago Azul

DSC03253

Simplesmente IMPERDÍVEL! É algo que não se encontra em qualquer lugar, esse azul ao vivo é ainda mais lindo do que na foto.

Atualmente estão sendo instalados corrimãos/guarda-corpo, que deixam o passeio mais seguro, mas ainda assim a descida (e principalmente a subida, na volta) é cansativa, e dificulta a visita de pessoas com alguma redução de mobilidade. O passeio custa R$45,00 por pessoa e recomenda-se ir no período da manhã, quando a luz adentra à gruta e permite uma melhor visibilidade.

Para mais fotos veja esse post aqui.

Casa do João

???????????????????????????????

A nossa história com a Casa do João foi bem engraçada. Ouvimos em algumas ocasiões que tal coisa era perto da Casa do João, na frente da Casa do João, e brincamos que esse tal de João devia ser muito conhecido na cidade, pra cada dele ser ponto de referência! kkk

Mas aí descobrimos que Casa do João é o nome de um RESTURANTE, e claro, fomos conhecer o lugar. Um lugar muito agradável, que além de restaurante é uma loja e expõe muita arte bacana.

Mas o cardápio é digno de ser mencionado (e acessado aqui)! Nós escolhemos uma salada de palmito e Pintado ao molho de maracujá, acompanhado de arroz branco e chips de banana. Tudo estava delicioso! Maaaaas, a sobremesa foi o melhor de tudo! Um petit gateau “Sensação”, bolinho de chocolate recheado com Nutella e morango acompanhado de sorvete de creme, simplesmente MA-RA-VI-LHO-SO!

E também tivemos o prazer de conhecer o João, pessoa muito simpática e que acabamos descobrindo que estudou na mesma faculdade que meu pai, e que tinham algumas coisas em comum! Afinal, esse mundo não é tão grande assim, né?

Bom gente, a princípio é isso que tenho pra contar pra vocês sobre essa viagem maravilhosa que fiz pra Bonito. É claro que tem muito mais sobre essa experiência e sobre os atrativos, mas que ficaria demais colocar tudo nesse post. Por isso me coloco à disposição para esclarecer alguma coisa, ou mesmo pra um bate-papo extra sobre tudo isso!

Espero que tenham gostado! Vocês já visitaram Bonito? Me contem!

Beijos

Fazendo Arte: Mandala e Editor de Fotos

Nesse post aqui, mostrei pra vocês uma mandala que criei e que fiquei bem feliz com o resultado.

Quando fui editar uma das fotos no Pixlr, que é o meu editor de fotos preferido (geralmente utilizo o Express), resolvi aplicar efeitos variados e ver os resultados.

Gostei de muitos deles! E, claro, resolvi compartilhar com vocês (:

Como são vários, dei uma organizada por “categorias” pra não ficar um monte de foto jogada… rs!

Tie Dye


mandala tie die2

mandala tie die1

mandala tie die3

 

Cores, Recortes e Repetiçõesmandala4

mandala1

mandala3

mandala2

Tons

mandala7

mandala8

mandala9

mandala10

Planos de Fundo

mandala11

mandala5

mandala12

mandala6

mandala13

mandala14

 

Espero que tenham gostado dessa mistura!

Deixei uma enquete simples só pra saber um pouco sobre os gostos de vocês:

Beijos!

Item 85 – Flickr

Pra quem ainda não conhece, o Flickr é uma rede social para compartilhamento/hospedagem de fotos e vídeos.

Sempre tive vontade de criar um, mas acabava adiando. Quando enfim criei, acabou ficando meio abandonado, e foi aí que incluí na minha lista de 101 em 1001 o item  85- Atualizar ou excluir meu Flickr. (Acompanhe a lista aqui!)

Acabei optando por atualizar (:

Já que fiz isso, quero convidar vcs a conhecer a minha página, e os que tiverem também podem me seguir que ficarei feliz em seguir de volta e conhecer as fotos de todos! Eis uma amostra do que vcs vão encontrar por lá:

meuflickr

Beijão!