Mais uma daquelas sobre preconceito (infelizmente!)

Após uns dias sem internet (o que não foi ruim!) e portanto sem postar aqui, infelizmente não é com alegria que venho até vocês hoje.

Esse não era o post que eu queria fazer nesse retorno. Tenho mil ideias super legais e “pra cima“, mas preciso de certa forma “desabafar” sobre uma coisa que vi hoje e me incomodou muito.

Vi isso publicado num comentário de um video “gospel” de uma música crítica à formação de famílias onde o casal é homossexual, dentre outros assuntos relacionados à questão homossexual:

Mas estas crianças que estão sendo adotadas por “dois homens” estão sendo estrupadas por eles mesmos.
Fiquei um tempo em choque, me perguntando: ” É sério que tem gente que acredita nisso, assim, de verdade?! ” E quando vi que algumas pessoas até curtiram o comentário, fiquei realmente decepcionada de ver a que ponto as pessoas chegam…
Falar em estupro (não, não é estrupo que escreve, tá? #ironia) só porque se trata de um casal gay?
Muita coisa que se diz por aí é até passível de compreensão, com justificativas baseadas na religião, no que está na Bíblia e tudo mais, mas relacionar homossexualidade a estupro, desse jeito?
Pra mim passou dos limites.
Mas aí, se você pensar bem, saberá que pessoas que dizem isso possivelmente não tem acesso à informação, tem uma criação baseada nesse tipo de crença preconceituosa. Portanto isso seria o que chamamos de ignorância, ou seja, quando a pessoa realmente não tem os instrumentos pra entender, e não quer dizer que faz isso por maldade ou real intenção de ofender alguém.
Mas sabe, ainda assim, achei ofensivo, preconceituoso, nojento. E tinha que de alguma forma demonstrar minha revolta, e acho que aqui é um espaço que me sinto mais a vontade pra fazer isso.
Enfim, desabafei e me sinto melhor (:
E fica a dica: NÃO SEJAM ESSE TIPO DE PESSOA!
Ainda que muitas vezes o nosso “instinto” preconceituoso queira nos colocar nessa posição, tentemos prezar pelo respeito, acima de tudo.
Anúncios