Redescobrindo a poesia

Desde que conheci Rupi Kaur algo reacendeu em mim: o interesse por poesia. A construção simples e profunda feita pela escritora me tocou tão intensamente que não deu pra evitar o desejo de escrever também.

Não sei se já comentei por aqui, mas na pré-adolescência (sei lá, com uns 11, 12, 13 anos) eu escrevia poesia. Mas naquela época a coisa da tecnologia era bem diferente e esse material só ficou registrado nos meu caderninhos, e a maioria deles foram perdidos em uma das mudanças de casa feitas pela minha família. Mas a verdade é que depois disso, com outros interesses, outras atividades, outras preocupações, eu simplesmente abandonei a poesia. Se tornou algo ainda mais distante a partir das exigências da faculdade e do mestrado com seus textos teóricos longos e complexos.

Então surge Rupi e Outros Jeitos de Usar a Boca está em minhas mãos. Eu nem terminei de ler e já fez essa reviravolta por aqui. Acabei conhecendo o Medium e descobrindo muita gente boa que escreve. Acabei conhecendo o Marcelo e descobrindo seu trabalho – Poesia de uma Bixa – que também me inspira agora.

E com toda essa inspiração, voltei a escrever! A insegurança ainda me persegue, não só sobre compartilhar a escrita, mas sobre outros aspectos da vida. Mas estando nesse momento de encarar medos, redescobrir vontades e transformar a vida em algo que tenha mais sentido e verdade, eu resolvi compartilhar algumas coisinhas que escrevi, e espero em breve ter mais coisas pra trazer.

Fiquem com meus escritinhos. Beijos de luz!

Poesia - Ser mulher

Poesia - Meu lar sou eu

 

 

 

 

 

 

Anúncios

26 coisas que fiz em 2016

No último dia do ano a gente sempre faz aquela retrospectiva básica, lembrando do que vivemos ao longo do ano que se encerra. A mídia nos lembra dos grandes acontecimentos nacionais e mundiais, bons e ruins, mas só a gente pode fazer o balanço do nosso ano pessoal.

Inspirada por esse vídeo da Jéssica no canal Gorda de Boa, resolvi fazer a minha retrospectiva  com uma lista de coisas que fiz em 2016.

Seguindo a recomendação dela, fiz de acordo com a minha idade, então serão 26 coisas que fiz em 2016:

  1. Arrumei um emprego (o primeiro!)
  2. Me tornei professora
  3. Adotei (fui adotada) por uma gata Nikki ♥
  4. Mudei de casa
  5. Eu evoluí
  6. Parei de tomar anticoncepcional (e não, não quero engravidar)
  7. Me tornei reikiana
  8. Participei do meu primeiro processo seletivo
  9. Fiz um curso à distância/online
  10. Terminei o mestrado
  11. Fui banca de TCC pela primeira vez
  12. Troquei de carro
  13. Me vesti no estilo pin up
  14. Fui no InterUNESP
  15. Fiz decoração natalina em casa
  16. Aprendi que é preciso se amar pra mudar, e não mudar pra depois se amar
  17. Li um livro inteiro e adorei
  18. Entendi (um pouco) a relação entre física quântica e espiritualidade e tudo faz sentido
  19. Assisti várias séries ótimas
  20. Aprendi técnicas diferentes de aquarela
  21. Matei uma aranha salvando a vida de uma amiga que tem muito medo
  22. Admiti que gosto de funk e fiz até uma playlist pra ouvir no carro
  23. Viajei com as amigas pra visitar mais amigas e foi delicinha
  24. Comprei um vestido branco
  25. Fui num show d’As Bahias e a Cozinha Mineira com direito à Tássia Reis, Liniker, Xênia França, Evandro Fioti e Mc Linn Da Quebrada arrasando no palco
  26. Ri muito e fiz mais o que eu queria fazer

Claro que pensando aqui no que rolou ao longo do ano lembrei também das coisinhas chatas, mas essas não merecem aparecer aqui e nem ganhar lugar na memória. Quero registrar e guardar o que foi bom para projetar coisas ainda melhores para 2017!

Adeus 2016 e um 2017 maravilhoso para todos nós!

Beijos!

 

Mandalas (quase) inéditas

Oi gente!

Quem já estava sentindo falta das mandalas por aqui?

Hoje vou mostrar algumas que eu ainda não havia postado… Na verdade uma delas aparece nesse post aqui, é a que dei de presente pro Liniker!

E ela tem uma irmã, um complemento… olha só:

pixlr_20151225155335413

Eu reaprendi a fazer esse ponto e resolvi fazer uma mandala todinha com ele! Primeiro fiz a quente, com rosa, vermelho e vinho, nessa proposta do claro no centro indo pro escuro nas pontas. Daí o namorado sugeriu que eu fizesse o contrário: centro escuro clareando para as pontas. Foi aí que fiz essa fria, com tons de azul e verde.

A outra que quero mostrar pra vocês foi inspirada numa mandala que uma amiga me mostrou… vi essas cores (que separadamente parecem não combinar muito) e resolvi arriscar algo nesse sentido, e, por fim, adorei o resultado!

IMG_20151217_151839

É isso pessoal! Espero que tenham gostado :)

Se tiverem interesse em adquirir uma dessas mandalas, ou encomendar uma de acordo com suas preferências é só entrar em contato pelos comentários ou no inbox da nossa página no Facebook!

Beijos!

 

Ano novo, metas novas {último post de 2015}

metas não prisão

2016 chegando aí. Ano novo sempre proporciona momentos de reflexão, e muitas vezes aproveitamos a oportunidade para definir metas pro ano seguinte. Metas relacionadas ao relacionamento, à vida financeira, à saúde, entre tantas outras.

Eu quis ir um pouco no sentido contrário do momento. Muito se vê por aí sobre foco, força e fé, manter o foco, atingir a meta. Mas pouco se fala de como as coisas não são estáticas e podem mudar a qualquer momento. Se sua vida muda, porque suas metas deveriam continuar as mesmas?

O que quero dizer não é que não devemos criar metas, pelo contrário, acho elas realmente importantes para que possamos visualizar nossos objetivos e buscá-los com mais afinco. Mas é importante não fazer das metas uma prisão, não transformá-las em correntes que nos amarram e nos impedem de voar.

Além do meu momento de vida, eu recebi um e-mail que me inspirou a escrever esse post (porque nada é por acaso e as coisas acontecem com total sincronicidade). Um e-mail do projeto Moporã, do qual selecionei a seguinte frase:

Precisamos estar prontos para desistir dos nossos planejamentos quando uma boa oportunidade surge à nossa frente. A meta deve servir ao seu propósito. A meta deve te servir e não o contrário. E como a cada passo você muda, evolui, se transforma, o mesmo acontece com as suas metas.” (Larissa Mungai)

Então desejo a vocês um 2016 de metas flexíveis, de paz, de saúde, de inspiração, reflexão, muito mais amor em todos os seus sentidos, de autoconhecimento, e de trocas positivas, seja aqui na blogosfera ou no mundo real!

Feliz 2016!

RESPIRE

respire

Respire. Não pire. Inspire. Expire. Se inspire.

Pode parecer só um jogo de palavras, mas tem muita coisa aí.

Respirar é essencial, é vida. Mas muitas vezes é um ato que simplesmente acontece, sem que nos atentemos a ele. Que tal tirar um tempinho para prestar atenção na sua respiração? Que tal tentar deixa-la tranquila por alguns momentos e sentir o que isso traz?

Certamente isso vai ajudar a não pirar. A correria do dia-a-dia, as atividades, preocupações e problemas levam a gente muitas vezes pra perto de um estado de “pirar”. Por isso precisamos de alternativas…

A alternativa que proponho hoje é inspire-expire, inspire-expire, inspire-expire, e assim por diante até que tudo fique mais tranquilo.

Assim, fica muito mais fácil chegar até a parte do “se inspire”. Pensamento leve, livre de prisões, espaço aberto para novas inspirações!

Wishlist ~ Loja Deu na Telha

Olá pessoal, tudo certo?

Não resisti a estas lindezas que encontrei na loja Deu na Telha e tive que compartilhar com vocês!

Conheci essa loja através da página Brasileiríssimos no Facebook e me apaixonei por estes modelos :)

(ps: o Natal está chegando e aceito presentes *-*)

Olha só que gracinha:


 

 

As frases são inspiradas principalmente em trechos de músicas, mas tem literatura também.

Se não me engano todas estas que selecionem custam R$25,90! Barato, né?! Fiquei bem animada para comprar, mas infelizmente o frete para o Mato Grosso do Sul e São Paulo (onde tenho endereços) fica mais caro do que a camiseta e faz o valor ir láááá em cima… Isso se deve ao fato da loja se localizar em Fortaleza/CE, então pra quem mora nesta região não deve ser tão caro (aproveitem!).

Espero que tenham gostado! Você se identificou com alguma dessas camisetas? Me conta!

Beijo!

 >> Este não é um post patrocinado <<