perguntas

Missão de vida (ou Será que precisamos ter sempre certeza?)

Eu sempre me preocupei em encontrar a minha missão de vida. Me sentia mal de não saber exatamente o que eu queria fazer, de não ter uma grande paixão por uma profissão ou atividade, como via que algumas pessoas tinham. Eu não sabia qual faculdade fazer, eu não me via atuando numa área específica. Mas eu sempre ouvi, lá no fundo, uma voz me dizendo que eu deveria fazer algo pra ajudar as pessoas. E pra mim isso era muito subjetivo: “ajudar as pessoas”. Como? Quando? O que eu preciso fazer pra realizar isso?

Até que um dia me foi falado que eu poderia escolher qualquer forma de fazer isso. Livre arbítrio. E nesse momento, minha preocupação que era de conseguir fazer algo grandioso e que fizesse diferença pra muitas pessoas foi por água abaixo, pois compreendi que eu poderia ajudar as pessoas que estão ao meu redor, as pessoas realmente próximas. Entendi que eu não preciso mudar o mundo, fazer uma grande descoberta, ou ser uma pessoa conhecida internacionalmente. Mas eu ainda não tinha encontrado exatamente como ajudar as pessoas, e isso ainda me incomodava. Eu tinha essa liberdade de escolha, mas mal conhecia as possibilidades pra poder escolher. Não me sentia preparada para a responsabilidade que uma “missão” de vida representava pra mim.

Até que, recentemente, como professora, vi que através dessa profissão eu posso ajudar as pessoas. Parece pouco, mas pensei bem e fiz as contas: tenho falado quase semanalmente para cerca de 120 jovens e adultos. Me pareceu um número bem grande até. Pensei no conteúdo das minhas aulas – Sociologia/Antropologia – e em como ter aprendido algumas coisas na faculdade foi tão importante pra minha evolução pessoal. E fiquei feliz por poder ser agora porta-voz, poder passar adiante o estímulo para a reflexão, as ideias como o combate aos preconceitos, o entendimento sobre o que é cultura, enfim, teorias, autores e estudos que no fundo sempre me permitem chegar ao ponto de abordar sobre RESPEITO. Respeito à diversidade cultual, respeito às ideologias diferentes, respeito aos direitos humanos.

Essa minha profissão me permitiu compreender que essa missão de ajudar as pessoas é uma missão de todos que estamos vivendo aqui na Terra. E eu acredito que ela nos foi dada, ou escolhida por nós, porque somos capazes de cumpri-la. Também ficou mais claro pra mim que o ajudar o próximo não é só trabalhar em algo que você acredite ser positivo pra alguém, mas é viver constantemente buscando fazer o bem. É estar ao lado da família nos momentos bons e ruins, é fazer um esforcinho naquela semana corrida pra ver um amigo, é oferecer ajuda a alguém na rua, e, talvez o mais importante, se ajudar, se cuidar, se enxergar. Ouvi recentemente essa teoria de que se estamos bem, se trabalhamos para nosso próprio fortalecimento e evolução, ninguém precisará se desgastar tentando “consertar” os outros. E pra mim faz todo o sentido. Preciso estar bem comigo para que isso transborde e atinja o outro. Preciso equilibrar esse “se doar” com o “me cuidar”. Não vale se acabar pra ser o bonzinho que ajuda todo mundo. Da mesma forma que não é legal pensar só em si mesmo e ignorar todos ao redor. EQUILÍBRIO, outra palavrinha que está sempre nos meus pensamentos.

Todos esses pensamentos que compõem esse texto me surgiram ao ler o seguinte: “Se propor a ajudar o próximo em terreno hostil como a Terra é um ser digno de honra, pois é das tarefas mais fortes e transformadoras para o Espírito que a quer experimentar”. E esse ajudar pode ser algo simples, pode não vir com todo o peso de uma árdua tarefa, mas certamente será transformador.

Eu sempre sofri com as dúvidas, as incertezas. Meu blog chama “Eis a questão…” exatamente por isso: sempre tive muitas perguntas e poucas respostas. E sempre houve angústia de que as respostas não chegassem. Agora entendo que as respostas chegam, mas com elas chegam também novas perguntas, e é isso que confere movimento à vida. Aprendi com Criolo que “não precisa sofrer pra saber o que é melhor pra você”. E sabe o que precisa? Ouvir seu coração, ouvir com atenção aquela voz interior que te diz o que é melhor, e ter fé de que cada momento te trará aprendizados, nem sempre aqueles gostosos e agradáveis, mas sempre aqueles de que você mais precisa.

Então esse texto é sobre como encontrei algumas respostas e ainda continuo com muitas dúvidas. É pra me lembrar, daqui algum tempo, que estive em transformação, e que sempre estarei. Pode ser que o que me fez entender coisas agora, não seja aquilo que vou fazer pra sempre. Mas vou me lembrar que cada momento foi de aprendizado e foi válido para que eu pudesse dar o próximo passo, espero que vocês se lembrem também.

Anúncios

Tag: Scarlet Moon Blogger Award!

A querida Verinha, do Extraordinariando Por Aí, me indicou pra essa tag fofa *-*

São 5 perguntinhas, então vamos lá!

1- Qual sua cor e seu cheiro favorito?

Cor: definitivamente roxo. Cheiro: de qualquer comida sendo feita.

Flor, Purple, Lical, Blosso, Bela, Beleza, Bloom

2- Se pudesse voltar no tempo ou ir para o futuro, qual dos dois escolheria e por quê?!

Escolheria o futuro pra poder enfim descobrir se inventaram o teletransporte pra eu poder ver os migos e migas que moram longe ♥

3- Me fale sobre sua série/filme favoritx.

Ah, Grey’s Anatomy. Eu ando vendo diversas outras séries, mas Grey’s sempre vai ter lugar especial no meu coração. Tantas temporadas e ainda choro, rio, fico nervosa, escolho ela para os dias de TPM. Acho que o que mais gosto é exatamente essa possibilidade de desenvolver tantos sentimentos vendo a mesma série!

4- Qual seu pior medo?

Cara, não penso muito nisso. Mas se tivesse que dizer algo acho que seria perder as pessoas que mais amo. (Vale uma abordagem mais humorística? Um ataque de pererecas! Aiiii que horror)

5- Se pudesse ser qualquer outra pessoa no mundo, quem gostaria de ser?!

Acho que não ia querer correr o risco de ser outra pessoa não. Todo mundo tem suas qualidades e defeitos, e tem que lidar com suas conquistas e frustrações… Acho que ia ser muito complicado ser outra pessoa! Hahaha!

– Vou deixar minhas 5 perguntas pra quem quiser responder, pode ser nos comentários ou no seu blog!

1) O que você realmente gostaria de fazer profissionalmente se dinheiro não importasse?

2) Qual seu cantor/cantora/banda favorita? Indique uma música.

3) Qual é a lembrança mais feliz da sua vida?

4) Qual seu animal favorito? Por quê?

5) Quem você gostaria de encontrar no céu?

 

Beijos!

TAG: Descobrindo Novos Blogs

tagtag

A Patrícia do Minha vida depois dos 30 me indicou pra essa tag que consiste em responder as perguntas que ela colocou e indicar novas perguntas para outros blogueiros responderem.

Então vamos lá!

  • O que te motiva a manter seu blog?

Acho que a principal motivação é a vontade de compartilhar coisas com vocês!

  • Quantas vezes por semana você posta?

Não tenho uma frequência definida de postagens… Depende muito.

  • Você reserva um dia da semana para visitar os blogs que segue?

Para visitar os blogs também não tenho uma organização específica… Faço quanto tenho tempo e vontade.

  • Quais seus blogs favoritos?

Nossa, que pergunta difícil! Não tenho nenhum que seja o meu preferido… Mas vou recomendar três aqui: o Eu Suspiro da queridíssima Kaka, o Extraordinariando da fofa da Vera e o musicalmente incrível Yellow Ever Shine da Lari :)

Como sempre não vou indicar blogs, mas deixar em aberto para quem quiser responder essa tag, é só dizer que viu por aqui! E também fica aberto pra quem quiser responder pelos comentários só pra eu saber um pouquinho mais sobre vocês :)

Minhas perguntas são:

  • De onde vem sua inspiração para postar no blog?
  • O que mais te atrai quando vai visitar um blog pela primeira vez?
  • Quais características você acha mais importantes para um blogueiro?
  • Qual é a sua categoria favorita no seu blog? Por quê?

Espero que tenham gostado!

Beijos!

 

TAG “Descobrindo Novos Blogs”

Fui indicada a responder essa tag pela July do blog Meraki! Muito obrigada pela indicação :D

As regras são:

Agradecer e marcar o Blog que te indicou.
• Responder às perguntas realizadas por quem te nomeou.
• Criar 10 perguntas e indicar cerca de 10 blogueiros para respondê-las.
• Avisá-los sobre a nomeação.

Então vamos às perguntas da July e as minhas respostas :)

1. Qual a inspiração para seus sonhos?

O que tem me inspirado ultimamente é o desejo de ajudar as pessoas, fazer o bem de alguma forma, unir a satisfação pessoal com as necessidades de quem está ao redor.

2. Quando era criança, como imaginava o mundo?

Não me lembro de ter esse pensamento ou preocupação com o mundo. Acho que era envolvida demais com o meu “mundinho”… Hehehe!

3. O que você mais admira na natureza?

A capacidade de enfrentar as adversidades, sempre encontrando uma forma de se manter forte.

4. Qual musica toca mais sua alma?

Nossa, são tantas músicas que mexem comigo, e a música em geral tem muito essa capacidade… Mas se for pra escolher uma que sempre me toca, diria Ainda Há Tempo, do Criolo.

5. Se você pudesse mudar uma coisa no mundo, o que seria?

Daria a chance a todas as pessoas de olharem pra dentro e se encontrarem, pois acredito que a partir disso todos poderíamos buscar mudanças pra melhor, e isso mudaria o mundo.

6. Se pudesse mudar para qualquer lugar do mundo para onde iria e por quê?

Não tenho um lugar em mente, mas seria ótimo ter uma cachoeira por perto, para sempre manter contato com a natureza, e também que fosse um lugar próximo das pessoas que amo para compartilhar tudo de bom com eles sempre!

7. Qual defeito você mudaria em si mesmo(a)?

Gostaria de me preocupar menos com o futuro para poder desfrutar mais do presente.

8.Qual seria sua reação se o mundo estiver acabando nesse momento?

Encontrar as pessoas que eu amo.

9. Porque gosta de escrever?

Porque é um momento de organizar os sentimentos de alguma forma para expressá-los, é um momento particular, de relação com nossos pensamentos.

10. (Repetindo) Qual é a postagem de MERAKI que você gosta mais? Por quê? (Insira o link.)

Conheci o blog muito recentemente, mas do pouco que conheço posso destacar um o post Vida – Os melhores caminhos (link aqui), porque adoro esquemas (coisa de gente organizada! kkk) e adoro a proposta de ser prático com relação à vida, não sofrer por antecipação, não deixar o pessimismo tomar conta, se organizar pra ter tempo pra fazer aquilo que você gosta. Assim, achei as dicas do quadro super interessantes e a forma como foi apresentado bem prática!

Bom, quem acompanha o blog sabe que adoro quebrar as regras das tags!

Então ninguém vai se surpreender com o fato de que não vou indicar blogs… E dessa vez, devido à correria, também não vou listar perguntas, mas vou recomendar as perguntas da July que achei muito bacanas mesmo! Então se viu a tag e quer responder no seu blog, pode ficar à vontade ;)

Beijão!

 

Liebster Award

liebster-award-logo
Fui indicada pela Kat do Eu Suspiro ao Liebster Award.
“O Liebster Award é um prêmio online para blogs e existe para divulgar blogs ainda jovenzinhos e torná-los maiores por meio da referência em outros blogs. Também é bem prático, já que o simples fato de ser indicado faz do blog um vencedor do prêmio! Você é nomeado ao prêmio se um blog que também foi nomeado achar que o seu vale ser seguido e recomendado.”
As regras são essas:
Se você receber um Liebster Award (e escolher aceitá-lo – o que  só vai fazer bem para o seu blog) você deve:
1. Fazer um post comemorativo (como este aqui) com o logo do Liebster e estas regras nele
2. Nele, agradeça e linque o blog que nomeou você – e o recomende, porque provavelmente você acha que vale a recomendação! (por que alguém não agradeceria?!). Siga o blog (o que você provavelmente já faz)
3. Responda às perguntas que quem o nomeou fez
4. Escolha 5 ou 11 ou 20 outros blogs jovens (com até ~300 seguidores) para nomeá-los para o Liebster e os informe disso comentando um de seus posts
5. Proponha a eles 11 perguntas para que eles respondam
Além disso, a proposta é conhecer os outros blogs que foram nomeados, já que é uma ótima oportunidade pra conhecer blogs novos que valem muito a pena.

Claro que vou agradecer a Kat pela indicação e recomendar o Eu Suspiro! Afinal ela é uma fofa e o blog é super especial, com muitos posts sobre filmes e outras coisas bem legais! Kat, você sabe que em pouco tempo se tornou uma grande amiga, por enquanto virtual, mas que espero um dia conhecer pessoalmente (quem sabe aí nas terras do sul que sou louca para conhecer! hehehe!).

Então vamos às perguntas da Kat e minhas respostas:
1. Qual o assunto que você mais gosta de escrever no seu blog?

Acho que no momento são as Mensagens do Bem. Porque geralmente escrevo pensando em algo que estou vivendo no momento e isso muitas vezes serve pra outras pessoas, e assim nos conectamos, sabendo que nossos desafios às vezes são parecidos e que podemos encontrar conexões que ajudem a passar por aquilo que estamos passando! No fim é bom pra todos, e pra mim especialmente pois vejo que o blog pode ser muito mais do que umas letrinhas na tela do computador.
2. Qual o seu post favorito no seu blog?

Nossa, que difícil! Sério, eu tenho um problema com essa coisa de escolhas, desde o sabor de sorvete até o rumo que vou dar pra minha vida. Então achei melhor colocar aqui o favorito dos leitores, e para isso verifiquei o post com mais acessos, que foi esse da Tag: 50 fatos sobre mim!
3. Qual o tipo de blog que você prefere?

Minha tendência é gostar mais dos blogs variados, que trazem vários assuntos e principalmente coisas pessoais dos blogueiros, pois geralmente quando é assim o blog tem uma “alma”, não fica uma coisa puramente informativa.

4. Qual a melhor lembrança da sua infância?

Brincar em contato direto com a terra, subindo em árvores, fazendo hortinha…

5. Qual seu maior objetivo pessoal?

Encontrar uma atividade que proporcione felicidade, estabilidade financeira e o bem ao próximo (muita pretensão, né?! rsrsrs).
6. Cite três filmes que te marcaram muito.

Nossa, eu sou do tipo que nunca lembra os filmes que já assistiu… Mas vou colocar os primeiros que vieram à cabeça:

As Branquelas (acho que é porque tem muitas cenas clássicas que me fazem rir toda vez)

Marley e Eu (porque chorei tipo muito)

Somos Tão Jovens (porque foi interessante pensar como as coisas rolavam naquela época, principalmente nessa cena de rock e com a vida do Renato em pauta)
7. Quais suas séries favoritas?

A favorita-mor é Grey’s Anatomy, e creio que isso nunca irá mudar. Mas recentemente conheci Sense8 e tô simplesmente ~envolvidona~ hahahaha!
8. O que você mais gosta de fazer nos finais de semana?

Descansar, ver séries, ouvir música, cozinhar, estar com a família.

9. E o que você mais gosta de fazer durante as férias?

Viajar.

10. Qual seu signo/ascendente?

Gêmeos. Ascendente em Sagitário.

11. Você acha interessante grupos no Facebook que promovem uma maior interação entre blogs?

Acho! Mas não tenho muito tempo no momento pra participar :/

Como a Kat quebrou as regras e indicou blogs com mais seguidores, também vou quebrar como sempre faço e não indicarei blogs específicos. Vou deixar as perguntinhas para QUEM QUISER responder a tag! E se você já respondeu a tag em seu blog, mas quiser responder as minhas perguntas nos comentários vou adorar saber!

Minhas 11 perguntas são:

  1. O que te levou a criar um blog?
  2. Qual a melhor coisa que te aconteceu por meio do blog?
  3. Qual sua categoria favorita em seu blog?
  4. Qual foi sua última viagem?
  5. Qual seu estilo de música favorito?
  6. Quais são suas principais qualidades?
  7. Qual foi o último filme que assistiu?
  8. Sobre o que foi seu último post no blog?
  9. Qual sua rede social favorita?
  10. Como seria um dia perfeito pra você?

Beijos!