Tô Querendo! (ou: dicas de presente)

Fim de ano tá aí e sempre tem um amigo secreto, um presente de Natal… Então resolvi fazer uma listinha de algumas coisas que andei vendo por aí e fiquei bem afim :)

sapatilha-prata-5622-101
Sapatilha Moleca

Essa sapatilha é básica e chique ao mesmo tempo, pensei que dá pra usar pra trabalhar e sair, e achei bem versátil!

oxford-moleca-ref-5621-103
Oxford Moleca

Me apaixonei por esse oxford mas a tristeza é que não acho esse modelo em nenhuma loja online e nem da minha cidade :( Eu vi ele no site da Moleca, no catálogo, e eles não vendem por lá… Nunca tive um oxford e amei esse por ser o solado preto, pois nas lojas só tenho encontrado aqueles com solado branco que está na moda agora.

Kit Viagem – Necessaire + Potes (Le Postiche)

Esse kit de viagem eu já estou namorando faz um tempinho, pois toda vez que vou viajar acho chato levar minha embalagem grande de shampoo e condicionador. Além do mais, tem esses outro potinhos que dá pra levar outras coisinhas, e, claro, a estampa roxa me ganhou!

Criolo
Vinil: Nó na orelha – Criolo (HBB Store)

O Rafa ganhou/comprou os vinis Ainda Há Tempo e Convoque Seu Buda, então falta essa belezinha pra coleção ficar ainda mais maravilhosa <3

Agenda Espiral Diária B&W
Agenda Mandala – Tilibra B&W

Outra coisa que já estou de olho é uma agenda pra 2017! O ano novo tá quase aí e já quero começar preparada. Essa de mandala é MUITO minha cara, mas gosto bastante de variar quando o assunto é agenda… Já tive de vários tipos e a de 2016 foi bem simples e pequena, daquelas práticas de levar na bolsa, então em 2017 pretendo arrumar uma diferente!

Espero que tenham gostado!

Beijos!

Anúncios

DICA: Passeios em São Paulo #2

Continuando o post anterior…

Gente, esse é o segundo post de dicas de passeios em São Paulo, o primeiro foi esse aqui, e estou contando um pouco mais sobre a minha viagem e deixando algumas sugestões :)

Quinto dia (quarta)

Na quarta já me programei pra acordar bem cedo e ir até a Praça Roosevelt para uma prática de Tai Chi Pai Lin, com a querida Lenny Blue. Ela escreve uma coluna sobre o tema no jornal Centro em Foco e aqui você pode acessar a última coluna dela e checar os horários das práticas! Foi muito bom e me deu energia pra passear o dia todo :)

Depois foi passeio pelo centro, almoço no Shopping Light e visita ao Edifício Martinelli!

De cima do prédio é possível apreciar uma bela vista de SP, e o que achei mais bacana é que não tem limite de tempo para ficar no terraço e é possível circular livremente. Além disso, o espaço é amplo e ajuda para tirar boas fotos!

pixlr_20160629174429315
Visita ao Edifício Martinelli

De lá também é possível ver o famoso Banespão, com a bandeira do Estado de São Paulo no topo, que é um marco do centro da cidade.

*Quinta-feira pula porque fui para Araraquara apresentar trabalho num evento!

Sexto dia (sexta)

Na sexta eu não tava muito legal, o tempo seco acabou comigo, mas não podia deixar de ver algumas amigas especiais! O almoço foi com a Penha no restaurante Nutrisom (conheço bem o do Centro, mas descobri que tem outras unidades!), um vegetariano super delicinha com diversidade pra comer à vontade!

À noite fui pra Rua Augusta encontrar a Bianca e acabamos sentando num barzinho pra tomar uma cerveja e comer uma batata frita. Não vou lembrar qual barzinho foi, mas tenho certeza que não vão faltar opções se você resolver fazer o seu rolê pela Augusta!

Sétimo dia (sábado)

Esse foi um dia super especial! Fiz uma oficina de Iniciação à Arquitetura do Papel, na Universidade do Papel, espaço do artista Enrique Rodríguez.

20160702_100238
Mesa pronta pra começar a oficina!

O galpão que abriga a Universidade do Papel é um espaço lindo, cheio das obras do Enrique e equipado para oferecer as oficinas com conforto e todos os materiais necessários.

Sobre as obras em papel nem sei o que dizer, como definir… Talvez uma boa palavra seja “magnífico”. A técnica é única, não é fácil, mas também não é super difícil. Bem, eu consegui, e olhem só o resultado:

Já estou providenciando uma moldura digna, depois mostro pra vocês :)

Oitavo dia (domingo)

Domingo pede almoço na Liberdade! No domingo tem barraquinhas de comida na rua e também diversas opções de restaurantes. O meu queridinho é o Nandemoya, opção com self-service variado e salão amplo apesar da entrada ser bem escondida… rsrs! Gosto bastante por ter peixe cru no buffet por quilo, o que nem sempre encontramos em outros restaurantes.

Resolvi voltar a pé, passeando pelo centro e vi uma São Paulo bem diferente: tranquila e vazia. Marcada pela correria e trânsito frenético, a cidade no domingo estava agradável e adorei passear tranquilamente tirando algumas fotos.

IMG_20160703_181800
Vendo a cidade <3
IMG_20160704_212029
Pelas calçadas do Centro

E aí, qual passeio vocês mais curtiram? Me contem nos comentários!

Quer mais dicas de passeios e atividades pra fazer em São Paulo?

Olha só essa matéria do BuzzFeed:

150 coisas para fazer em São Paulo pelo menos uma vez na vida

Fiz as contas aqui e fiz cerca de 30 coisas dessa lista… ainda tenho muito para descobrir! E você?

Beijos!

 

DICA: Passeios em São Paulo #1

Oi gente! Tudo certo?

Como agora estou morando no interior e a rotina de trabalho não me permite muitas viagens, resolvi passar uns dias das minhas férias na capital!

Pra quem não sabe, eu já morei um ano em SP, e vou pra lá sempre que possível. Quando a gente mora é bem diferente, acabamos acomodados, nem aproveitamos muita coisa. Mas dessa vez fui numa proposta de turistar mesmo, e quero contar tudo pra vocês!!!

Algumas coisas já são bem básicas pra mim, coisas que faço toda vez, mas que pra quem não conhece é bem interessante, por isso vou comentar tudinho aqui.

Pra não ficar muito cansativo, vou fazer uma proposta de “diário de viagem”. Como foram oito dias em São Paulo, vou dividir em dois posts: esse é o primeiro, onde vou comentar as atividades dos primeiros 4 dias! Vem comigo!!!

Primeiro dia (sábado)

Cheguei em SP num sábado de manhã, e como sempre, tirei a manhã pra descansar da viagem. Nesse dia já tinha um rolê marcado: o JazzRaial organizado pelo Jazz na Kombi, que aconteceu na Vila Madalena. A proposta era de uma festa junina, com barraquinhas de comidas e bandeirinhas, mas ao som de jazz! Doido, né?! Eu achei super inusitado e como o convite partiu de uma amigona (a Gringa, que vocês já devem ter ouvido falar por aqui) fomos!

Como chegamos no local e ainda não tava rolando um som, resolvemos ir até o Beco do Batman, que apesar de ter ouvido falar bastante, eu nunca tinha ido! E olha, essa decisão foi uma das melhores da viagem: eu simplesmente amei o lugar *-*

Um dos cantinhos incríveis do Beco do Batman!

 

Eu e ela com a arte que mais amamos *-*

Segundo dia (domingo)

Uma coisa bem legal de SP é que sempre tem programas gratuitos e, em geral, pra todos os gostos! Em pleno domingão rolou o Nívea Viva Rock Brasil, com Nando Reis, Os Paralamas do Sucesso, Paula Toller e diversos convidados cantando clássicos do pop rock brasileiro.

Foi bem bacana, mas tem que ter disposição! A gente acabou assistindo pelo telão um pouco mais distantes da muvuca… hehehe!

Migos curtindo o show ;)

E depois pedimos uma pizza, o que é praticamente um programa imperdível em SP já que lá tem milhares de pizzarias!

Terceiro dia (segunda)

Pra quem pensa que é só no fim de semana que tem coisas pra fazer em SP já vou avisando: você está enganado! A semana todinha tem programas bacanas, e planejando antes com certeza vai conseguir preencher todos os dias com atividades legais.

Mais uma vez a Gringa foi maravilhosa e encontrou um rolê incrível pra gente fazer em plena segundona: a gravação do Programa Manos e Minas, da TV Cultura, com o incrível Black Alien, rapper que ela me apresentou e que tem uma música que virou nosso mantrinha, essa aqui:

Foi nossa primeira vez na gravação de um programa de TV, e ficamos bem felizes de ter sido na Cultura, uma emissora diferenciada e cada vez mais necessária no contexto de TV aberta que temos no Brasil hoje. Além disso, o programa está sendo filmado num teatro, um espaço super bacana, a apresentadora Roberta Estrela D’Alva é uma gracinha e o cenário está demais!

20160627_202515
Nozes no Manos e Minas!

Além do Black Alien, estiveram presentes as minas do Slam do Corpo, apresentando uma poesia forte, desconstrutora e emocionante. Não dá pra explicar direito o que rola, mas a definição é a seguinte:

“O Slam é uma batalha de poesias, um jogo, uma celebração. Slam do Corpo é o primeiro Slam de surdos e ouvintes do Brasil. Duplas de poetas (um surdo e um ouvinte) se apresentam ao mesmo tempo em português e Língua Brasileira de Sinais, criando um encontro potente entre as línguas.” (Fonte: Centro de Pesquisa e Formação – SESC São Paulo)

O programa ainda não foi ao ar, então fique atento à TV Cultura nos próximos sábados, o Manos e Minas começa às 19h!

Saindo da gravação bateu aquela fominha e fomos ao famoso Bar do Estadão comer um lanche e tomar uma cerveja! Não comemos o famoso sanduíche de pernil, mas olha, lá tem opções pra todos os gostos, e o melhor: 24h horas por dia!

Um brinde!

Quarto dia (terça)

Nesse dia fomos almoçar na Paulista e passear por lá. Paulista é sempre Paulista. Mesmo que seja pra não fazer nada, vale a pena. Daí, enquanto estávamos simplesmente andando e conversando por ali lembramos de uma coisa: terça-feira em SP tem um programa gratuito imperdível: visitar o MASP!

A visita nos outros dias da semana é paga, mas é sempre bom economizar, não é mesmo?Eu confesso que esse era um daqueles programas que eu tinha vergonha de dizer que ainda não tinha feito em SP, afinal, o Museu é uma referência, seja por sua arquitetura, seja pelo seu acervo que conta com obras de artistas renomados.

20160628_175928
Acervo do MASP :)

Além do acervo fixo, havia no dia da nossa visita uma exposição temporária chamada “Histórias da infância“, que apresenta a infância de diversas formas através de quadros, fotos, vídeos, entre outros meios. Fiquei bem impressionada, tem obras incríveis!

Depois de visitar o MASP, decidimos descer a Augusta a pé rumo ao Centro, onde costumo ficar. Andar pela Augusta também é um programa bacana, tem várias lanchonetes, restaurantes e lojas legais. Chegando na altura da Praça Roosevelt resolvemos mudar o caminho pra dar uma passada pela praça, reduto dos skatistas que no fim da tarde estavam lá a todo vapor. Sentamos e ficamos curtindo ver o trânsito ao longe, a noite caindo, o pessoal curtindo.

Bom pessoal, esse foi o resumo dos primeiros dias dessa viagem!

Espero ter dado boas dicas! O que vocês acharam?

Aguardem a parte 2!

Beijos

 

 

 

 

Por Onde Estive: Bonito/MS

Me mudei pra Dourados no começo desse ano e Bonito fica a pouco mais de 300 km daqui. A proximidade despertou aquela vontade de ir mais uma vez. Já estive lá algumas vezes, mas dessa vez foi um pouco diferente, fomos de carro, eu, meu pai e minha madrasta, e escolhemos os passeios para que não ficasse cansativo.

Bonito tem muitas opções, e você pode desfrutar de acordo com a sua preferência. O que farei nesse post é contar um pouco sobre os lugares que fui e como foi minha experiência ^^

(Nos títulos de cada item tem o link para a página do atrativo!)

Balneário Municipal

DSC03108

Foi nosso primeiro passeio. Pagamos R$25,00 por pessoa (todos os preços que apresento aqui são de baixa temporada, e podem já ter sido alterados quando você estiver lendo este post, então vale a pena confirmar). Esse valor te permite acesso ao balneário, espaço onde há quiosques para alimentação, aluguel de equipamentos, etc. Há uma pequena trilha que pode ser feita por terra, com decks que são acesso ao rio. Você pode fazer flutuação no local e há uma área mais rasa para banho também. A água é clara e permite observar os peixes (principalmente as Piraputangas). É um lugar bonito e agradável no geral, porém pode estar muito cheio e aí fica mais difícil curtir a natureza (por exemplo com algumas pessoas que estavam bebendo, fumando e falando alto enquanto outras pretendiam uma tarde de sossego na natureza).

DSC03106

Um ponto positivo que vale ressaltar é que nesse atrativo você tem LIBERDADE (faltou muito nos demais) para fazer as coisas no seu tempo. Você pode chegar e cair na água, ou pode ficar observando, explorando o espaço, sem guia ditando seus passos e tempo (de forma alguma quero desmerecer o trabalho dos guias de turismo, apenas diferenciar os atrativos).

Flutuação – Nascente do Rio Sucuri

DSC01862

A flutuação é um daqueles passeios obrigatórios pra quem vai pra Bonito. Flutuar num rio clarinho, vendo os peixes e vegetação aquática é uma experiência no mínimo interessante!

Para o passeio, é necessário o uso de roupa de neoprene e snorkel (máscara), fornecidos pela empresa (incluídos no valor) e são dadas as devidas recomendações e feita até uma “aulinha” na piscina para os que não conhecem o equipamento.

DSC01814

Para chegar até o rio, é feito um trecho em caminhão aberto e outro trecho a pé em trilha pela mata.

O valor do passeio por pessoa é de R$145,00.

Há opção de almoço (R$36,00/pessoa) e é possível passar o dia na fazenda, utilizando a piscina, visitando o pomar ou fazendo atividades como cavalgada e quadriciclo (cobrados à parte). Nós almoçamos e passamos a tarde na piscina, o lugar é muito bonito e agradável!

DSC03130

Parque das Cachoeiras

Pra mim, simplesmente o MELHOR PASSEIO. Eu já estava ansiosa por ele, pois das outras vezes que fui, o passeio das cachoeiras foi o que aproveitei menos.

Mesmo com expectativas altas, o passeio conseguiu superá-las, estava um dia de sol lindo, a água muito gelada, mas entrei em praticamente todas as cachoeiras, pois a energia positiva fluía ali de uma forma especial e eu não poderia perder isso.

???????????????????????????????

No Parque das Cachoeiras é feita uma trilha que leva a 7 cachoeiras, todas com parada de aproximadamente 15 minutos para contemplação/banho. As cachoeiras são bem diferentes umas das outras, algumas mais rasas e de fácil acesso, outras demandando muito espírito aventureiro e até uma onde há a possibilidade de fazer tirolesa ou saltar no rio.

collagecachoeira2

collagecachoeira1

O passeio dura cerca de 3 horas, e há a opção de almoçar na área de receptivo (R$30,00/pessoa). Há também um redário muito agradável, no qual eu e meu pai demos uma boa descansada após as atividades.

O valor do passeio por pessoa é de R$80,00.

Gruta do Lago Azul

DSC03253

Simplesmente IMPERDÍVEL! É algo que não se encontra em qualquer lugar, esse azul ao vivo é ainda mais lindo do que na foto.

Atualmente estão sendo instalados corrimãos/guarda-corpo, que deixam o passeio mais seguro, mas ainda assim a descida (e principalmente a subida, na volta) é cansativa, e dificulta a visita de pessoas com alguma redução de mobilidade. O passeio custa R$45,00 por pessoa e recomenda-se ir no período da manhã, quando a luz adentra à gruta e permite uma melhor visibilidade.

Para mais fotos veja esse post aqui.

Casa do João

???????????????????????????????

A nossa história com a Casa do João foi bem engraçada. Ouvimos em algumas ocasiões que tal coisa era perto da Casa do João, na frente da Casa do João, e brincamos que esse tal de João devia ser muito conhecido na cidade, pra cada dele ser ponto de referência! kkk

Mas aí descobrimos que Casa do João é o nome de um RESTURANTE, e claro, fomos conhecer o lugar. Um lugar muito agradável, que além de restaurante é uma loja e expõe muita arte bacana.

Mas o cardápio é digno de ser mencionado (e acessado aqui)! Nós escolhemos uma salada de palmito e Pintado ao molho de maracujá, acompanhado de arroz branco e chips de banana. Tudo estava delicioso! Maaaaas, a sobremesa foi o melhor de tudo! Um petit gateau “Sensação”, bolinho de chocolate recheado com Nutella e morango acompanhado de sorvete de creme, simplesmente MA-RA-VI-LHO-SO!

E também tivemos o prazer de conhecer o João, pessoa muito simpática e que acabamos descobrindo que estudou na mesma faculdade que meu pai, e que tinham algumas coisas em comum! Afinal, esse mundo não é tão grande assim, né?

Bom gente, a princípio é isso que tenho pra contar pra vocês sobre essa viagem maravilhosa que fiz pra Bonito. É claro que tem muito mais sobre essa experiência e sobre os atrativos, mas que ficaria demais colocar tudo nesse post. Por isso me coloco à disposição para esclarecer alguma coisa, ou mesmo pra um bate-papo extra sobre tudo isso!

Espero que tenham gostado! Vocês já visitaram Bonito? Me contem!

Beijos

Blog “abandonado”, vida agitada: resumo dos últimos dias

É claro que o “abandonado” do título merece aspas. Foram apenas dias muito atarefados e com dificuldade de acesso à internet.

Mas agora vou contar tuuuuudo (o que der! e só as partes boas!) o que rolou nesses últimos dias, pois teve muita coisa bacana e muitos itens da lista de 101 coisas em 1001 dias se realizando :)

O lance foi bem enrolado, mas simplificando, fui para São Paulo e Belo Horizonte para apresentar trabalhos meus em eventos, e, é claro, aproveitei pra ver pessoas queridas e fazer coisas legais! E no meio de tudo isso foi meu aniversárioooo \o/

Mas para ser direta vou listar os itens realizados e comentar um poquinho:

20- Ir visitar algum amigo que não vejo há muito tempo

Em BH fiquei na casa da querida Ale, que fez oficina de teatro comigo quando morei em Pouso Alegre/MG e que me recebeu algumas vezes na linda cidade de Gonçalves, onde ela morava. Foi muito bom revê-la *-*

EueElaAle
Eu e Ale

70- Conhecer uma cidade nova

Acho que esse item já havia sido realizado antes, mas como Belo Horizonte foi mais uma nova cidade na minha vida, entra aqui também! Vou aproveitar pra colocar aqui algumas fotos que eu fiz por lá:

???????????????????????????????
Beleza na UFMG
???????????????????????????????
Mercado Central
???????????????????????????????
Edifício JK

71- Ir a mais um show do Dance of Days

Mas não foi “mais um show do Dance of Days”, foi um show histórico, cheio de emoção *-* Foi o show de comemoração dos 10 anos do disco “A História Não Tem Fim”, e além de tocar o álbum todo, ainda rolaram covers super bacanas e uma música de cada um dos outros discos. Melhor ainda porque fui com o meu amor ♡

❤

72- Comprar alguma coisa do Dance of Days (camiseta, bottons, etc.)

No show ganhei uma camiseta liiiinda do meu amor e comprei uma caneca :D

78- Apresentar um trabalho meu em um evento de grande porte

Apresentei trabalhos em dois eventos, no SITRE – Simpósio Internacional Trabalho, Relações de Trabalho, Educação e Identidade, na UFMG, em Belo Horizonte, e no Encontro Nacional de Estudos Rurais e Urbanos, na USP, em São Paulo. Ambos são eventos importantes, não sei se realmente se classificariam como “grande porte”, mas nem eu mesma sei dizer o que eu quis dizer com isso quando defini a meta… rsrs!

 

Bom, além dos itens da lista também teve muita coisa bacana: a surpresa da Gringa e a comemoração do meu níver ^^

A surpresa foi muito bem sucedida porque eu realmente não desconfiei de nada! Ela simplesmente apareceu em SP no domingo pra passar um dia com a gente, e foi o melhor presente de aniversário que eu podia receber ♥

Muito amor *-*
Muito amor *-*

No meu aniversário comemoramos duas vezes, todas com comida… Hahahaha! Primeiro almoço na Liberdade, comida japonesa delícia, e no outro dia feijoada no tradicional Salve Jorge, no centro de São Paulo! Bom demais!

feijoada

Foram dias bons, pena que na minha volta pra Dourados a coisa complicou legal e nem tive como vir postar antes… Mas tudo está se resolvendo aos poucos, e voltei a ter fé e esperança de que tudo vai dar certo (:

Espero que logo eu possa voltar com posts mais frequentes, mas por enquanto sigo sempre espiando os blogs e respondendo todo mundo que aparece por aqui!

Beeeeeeijos!

 

 

Eu e as viagens…

Minha vida ultimamente é uma sequência de malas por fazer ou desfazer.

E por mais que a tarefa não seja das mais fáceis, e até chegue a despertar preguiças contagiantes, eu amo tudo isso.

Amo fazer as malas, num dia de sol, ouvindo minhas musicas favoritas.

Amo saber que tem alguém me esperando, uma outra cidade me esperando, ainda que dessa vez eu saiba que ela é fria e um tanto sombria às vezes.

Porém não gosto tanto de ter que deixar alguém, não gosto tanto das despedidas, ainda mais quando sei que serão carregadas de certo medo, como agora.

Mas o medo passa e a felicidade das boas lembranças ficam, e a nova realidade que me espera a cada viagem me faz sentir viva.

Ainda que o viver e morrer tenha permeado meus pensamentos e sonhos sempre trazendo a dúvida e a incerteza, as poucas certezas que tenho confortam o coração: saber que amo e sou amada, e que sempre haverá uma viagem por vir, ainda que ela dure a eternidade por fim.

“Diário” de Viagem – 8º (e último) dia

Tá acabando meu diário de viagem, ufa, até eu já tava cansada dele xD

Bem, estando em Pedreira fomos passear pela cidade, muitas lojas de louças e objetos de decoração. Mas eu gostei mesmo foi da loja de artigos de times de futebol! Comprei presentinhos para os meus homens, euuehuee, meu padrasto, irmão e namorado, todos do Corinthians, claro ;]

Em uma das diversas lojas que passamos encontrei um gato dormindo dentro de uma peça de cimento, e consegui pegar um momento bem engraçado do gatinho… hehehe!

Gato

No fim do dia seguimos para Campinas onde eu pegaria o ônibus de volta pra casa. Despedida, ônibus, conversa com a mulher da poltrona ao lado, dormir. E após uma noite de viagem cheguei em casa. FIM.

“Diário” de Viagem – 6º dia

Até que não acordamos tão tarde apesar da festa no dia anterior, mas ainda assim tivemos pouco tempo pra curtir mais um pouco antes do meu pai ir me buscar. Ficamos tirando fotos e meu pai chegou, despedidas são tristes, mas fiquei muito feliz por ter ido. Agradeço por terem me recebido bem ^^

Nossa tradicional foto dos All Star; da esquerda para direita: Mah, Ale, Eu.
Nossa tradicional foto de All Star; da esq. para dir.: Mah, Ale, Eu.

Fomos para São Bento do Sapucaí-SP (ficamos mudando entre SP e MG mas era tudo pertinho.. heuheueh), almoçamos por lá e ficamos na praça enrolando até o horário da inauguração do espaço zen da amiga do meu pai. Chegada a hora fomos pra lá, muitos comes e bebes e eu, como sempre, aproveitando as delícias, aii que culpa :/

Tinha um pessoal lá na festa que faz aula de Dança Circular, então colocaram umas músicas lá e começaram a dançar, meu pai foi o primeiro a se arriscar e depois me levou pra dança também! Hehehe, foi bacana ^^

Voltamos pra Pouso Alegre e como todos estavam meio mal por conta da comilança tomamos um chá :)

“Diário” de Viagem – 3º dia

Eu e meu pai fomos passar o dia em Conceição dos Ouros. Vi a chácara em reforma, está ficando demais! Almoçamos e passamos um tempo na chácara do meu tio, um lugar lindo, cheio de flores, pássaros e beija-flores, na beira do rio.

Olívia no jardim

Depois veio a parte chata de acompanhar meu pai pelas diversas lojas de material de construção. Fomos para Paraisópolis em mais uma dessas lojas e acabamos comendo um pastel no tradicional mercado municipal, muito típico.

Na volta passamos por Conc. dos Ouros novamente e vimos um outro tio, que está construindo uma bela casa. Voltamos para Pouso Alegre e ficamos o restante da noite na tv. Assistimos um filme legal, de paisagens lindas: “Primavera, verão, outono, inverno… e primavera.”